Follow by Email

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Castração é um ato de Solidariedade


Para cada filhote que nasce, 15 cães e 45 gatos também podem nascer. Em seis anos, uma cadela e seus descendentes podem gerar 200 mil filhotes, no caso das gatas esse número é ainda maior.
Não há lares para tantos animais, eles ficarão espalhados pelas ruas, sofrendo maus tratos, passando fome e frio. Isso explica o grave problema da superpopulação desses animais nas ruas e a morte de milhares deles nos canis públicos.
Isso pode ser evitado, basta castrar seu animal!
Além de contribuir com a redução da reprodução descontrolada de cães e gatos, e consequentemente com a população de animais nas ruas, a cirurgia também diminui o risco de doenças como câncer de mama nas fêmeas e nos machos evita hiperplasia prostática (aumento da próstata) e hérnia perineal.
o    O que é castração?
A castração consiste em uma cirurgia feita em cães e gatos, fêmeas e machos, para impedir que se reproduzam descontroladamente.
Nas fêmeas é feita a retirada do útero e ovário. Nos machos, há a retirada dos testículos. A cirurgia é feita com anestesia geral, é simples, mas deve ser executada apenas porveterinários devidamente habilitados. Em torno de uma semana o animal estará totalmente recuperado. A castração pode ser feita a partir dos dois meses de idade em ambos os sexos.
o    Dúvidas referentes à castração:

§  Castração engorda?
O animal não engorda devido à castração e sim pela diminuição de suas atividades físicas, portanto necessita de mais exercícios. E a ração deve ser controlada, o animal não deve comer a todo o momento, devem ser estabelecidos horários para as refeições.
§  O cão não tomará mais conta da casa?
    Os animais castrados não perdem o instinto de proteger seu território. Por outro lado, perde o indesejável costume de urinar em diversos cantos. Cabe ainda lembrar que animais castrados ficarão mais caseiros, deixando de se envolver em brigas na disputa de fêmeas.
§  A cadela/gata precisa ter pelo menos uma cria?
    Ter uma cria não acrescenta saúde ao animal e sim mais animais ao problema da superpopulação de cães/gatos. Pesquisas mostram que quanto mais cedo for realizada a castração, menores as chances da fêmea de desenvolver câncer de mama. A castração também prevenirá o surgimento de Piometra (infecção no útero), doença frequente em fêmeas adultas.
§  Meu animal vai sofrer?
    A cirurgia feita com anestesia geral é indolor. Dentro de um ou dois dias, o animal estará brincando e retomará suas atividades normais.
§  Eu estarei interferindo na natureza do meu animal?
    Seu animal não tem escolha, segue apenas o instinto. É dever do proprietário intervir e prevenir nascimentos indesejados, agindo da maneira mais correta. O animal será beneficiado e não subtraído de algo. E dessa forma você proprietário responsável estará colaborando com o controle populacional de cães e gatos.
o    Como ajudar?
Seja um sócio contribuinte auxiliando-nos com uma mensalidade a partir de R$20(vinte reais).Saiba como contribuir com a nossa instituição através do nosso site: https://animalsheltersap.wordpress.com/ajude-nos-a-ajudar/
Fabian de Souza

Voluntário ONG Animal Shelter SAP

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Encontre uma Maneira de Ajudar

Todos os dias os membros da ONG Animal Shelter, não somente os da diretoria, mas também os voluntários mais atuantes recebem pedidos de socorro a animais. As pessoas querem ajuda para castração, querem que  recolhemos  ninhadas  abandonadas, que resgatemos gatas ou cadelas  prenhas e até mesmo querem que façamos algo com relação ao cão/ gato que o seu vizinho maltrata...
Informo a todos: Esse trabalho solicitado não cabe a nós.  No nosso estatuto, escrito e lavrado em ata 29/08/2013, consta somente que angariaremos fundos para castrar animais de rua ou carentes, não que resolveríamos  os problemas  do município.  Só podemos conversar com o agressor, pedir, explicar que é crime, falar da Lei de maus tratos, da multa... mas isso  você também pode.  Quando dizemos, explicamos que não realizamos essa tarefa, somos  xingados.
Casos de maus tratos, também,  têm que ser levados  à Delegacia  de Policia para lavrar o Boletim de Ocorrência (BO), ou você tem que  comparecer à Promotoria de Justiça do Meio Ambiente. A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605, de 12.02.1998 (Lei de Crimes Ambientais) e pela Constituição Federal Brasileira, de 05 de outubro de 1988.
Gostaríamos de  fazer muito mais mas não temos condições!
Volto a dizer, não temos  dinheiro para pagar, não temos espaço, um lugar para levar .  O que temos  feito então? Temos levado  para  as  veterinárias e  estamos pagando diárias de hotel.   Nossas casas já estão cheias! Já adotamos mais do que deveríamos!
Outro fato que todos precisam saber. Sempre que fizemos um evento, seja ele um “Cachorro Quente”, uma “Rifa”, uma “Feijoada”, um “Bingo”, todo o dinheiro arrecadado é para pagar dívidas já  assumidas  junto as clínicas veterinárias da cidade. Nunca temos dinheiro em caixa.  O lucro do que quer que façamos esse mês, ainda  nem decidimos,  já está comprometido  nas veterinárias com castrações. Atendimentos e hotel já realizado. Temos que honrar nossos compromissos.
Para que não precisássemos todos os meses, pedir um local, ingredientes aos nossos amigos e simpatizantes, o ideal seria que a ONG tivesse uma renda fixa de doações. Se mais pessoas contribuíssem, poderíamos  castrar mais, resgatar mais, fazer mais.
Temos uma  conta bancária no Banrisul que está  aberta a receber doações. Criamos também o sistema de Pag Seguro em que você apenas escolhe o valor a doar e ele vira junto com  a sua fatura do cartão de crédito. 
A cidade seria mais limpa e mais alegre. Quem não se entristece ao ver animais mal tratados, famintos, machucados, sofrendo nas ruas?  Você viu alguém precisando de ajuda?  Ajude. Não chame terceiros para realizar o que você mesmo pode  fazer.

A cidade é  de todos nós, vamos cada um fazer um pouco.  

sábado, 11 de junho de 2016

Vamos REALMENTE fazer alguma coisa pelos animais, Santo Antonio da Patrulha?

Conversando ontem com minha amiga Márcia Consul, ex colega  de aula  na infância e agora  parceira na  ANIMAL SHELTER,  fiquei sabendo sobre a linda atitude da cidade  de Lages, em Santa Catarina com relação aos animais de rua. As  casinhas  são ecológicas, chamadas de IGLU  e são feitas  aqui  no nosso estado mesmo, do Rio Grande.  Lá há cerca de 30 mil  animais abandonados  nas ruas. Têm parceria  entre  ONGS,  empresas e  governo. O  número de casinhas  só aumenta.  Água, ração  e cobertas   são colocadas  pelos próprios moradores  que moram perto de onde  estão as casinhas.
Pensei em nós aqui, na nossa  situação  em Santo Antonio da Patrulha.  Não existe a cultura, o respeito  de cuidar de casinhas comunitárias. Um comunitário, o PULGA, teve  até  sua casinha queimada!
Vamos  mudar  nossa  realidade? Vamos mudar para melhor? Vamos fazer a nossa  parte?
Empresas,  vocês  podem colocar  seu logo, endereço nas casinhas que vocês disponibilizarem. É propaganda para vocês!  
Prefeitura,  você  pode  ajudar com a EDUCAÇÃO dos Patrulhenses e  agilizando uma LEI  que possibilite  cães comunitários  serem  aceitos e RESPEITADOS  em nossa  cidade. 
Moradores, vocês serão, nós seremos os guardiões desses  cães. Eles  não terão um dono, terão vários. Eles  serão nossos.


Afinal, a quem interessa  uma cidade onde os animais  são  bem cuidados? Que cartão de visita é uma cidade  cheia de animais  sujos, doentes  nas ruas?
Vamos  lutar todos juntos. cada um fazendo a sua parte!