Follow by Email

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Colecionadores de animais-Animal Hoarders



Hoarding é uma patologia psiquiátrica, que se caracteriza por uma excessiva acumulação e retenção de coisas até que esses objetos aglomerados interferiram  no seu dia a dia, como por exemplo  o cuidado com a casa, higiene, saúde, família, trabalho e vida social. Hoarding, muitas  vezes  esconde uma doença mental mais grave, como o transtorno obsessivo compulsivo.
Existeos  “Hoarders” que acumulam coisas e os que acumulam  animais. Esses últimos são o assunto que  me interessa aqui.
Às vezes vemos casas  com muitos animais e isso  chama a nossa atenção. Animais são como filhos. Quantos eu posso ter? Para quantos filhos eu vou poder dar estudos, alimentação, vestuário e tudo o mais que uma criança e um adolescente precisam ?  A mesma pergunta deve ser feita com relação aos animais: Antes de levar pra casa  ou de adotar  tenho que pensar : eu posso dar uma vida confortável, comida, condições  de higiene,  assistência veterinária, vermífugos , anti-pulgas a esse cão  ou gato? Para quantos eu posso dar  carinho ? Quanto tempo disponível para ele eu terei ? Cada um sabe de suas prioridades, mas e quando esse número é considerado fora  dos padrões?  Se forem tantos que chega a  ser difícil  de  cuidar?
Mas a pergunta é :quando  deixa de ser uma casa  com muitos animais  de estimação para se tornar  uma  prisão? Quando estiverem amarrados em correntes curtas, ou  dentro de galpões  sem ver a luz do sol, quando estiverem  pisando em  suas próprias fezes, com pulgas,  carrapatos piolhos e as vezes   doentes  e com sarna, já não é mais um animal de estimação, mas um caso de hoarding.
Quando o excesso de zelo  extrapola os limites  da razão e  a dedicação deixa  de ser positiva  e se torna um martírio para os animais percebe-se um perfil de colecionador.
O individuo começa a “resgatar” animais  das ruas  e levar pra casa, acreditando que lá estarão  mais seguros  do que  antes. A intenção deles é boa, no fundo querem ajudar, mas acabam confinando o animal a uma vida as vezes pior que a de antes.
Gatos de todos os sexos, sem castração se multiplicando, com pouca agua e comida. Cães amarrados em correntes curtas. Potes de água sujos,  vasilhas  de comida  vazios, e o cão ali, amarrado, sem ter para onde ir  ou fugir.
O acumulador sofre pelos animais. Ele não sabe dizer não quando alguém ( mal intencionado- querendo se livrar de seu bichinho oferece a ele) O acumulador vai aceitando todos, sem medida. Ele acredita que o animal esta melhor com ele do que  com outras pessoas  ou nas ruas.
De acordo com pesquisas realizadas  nos Estados Unidos, a maioria  dos  colecionadores  são mulheres e  elas não reconhecem o problema, não percebendo que o animal está  com a saúde precária  e que precisa de ajuda.
Pra quem assiste o Animal Planet, esse assunto não é novidade. Há um programa semanal que apresenta casos  horríveis. Depoimentos de filhos, parentes que dizem não conseguir mais nem visitar o  colecionador. Já assisti episódios de hoarders  de galinhas e de cobras... As cenas são absurdas e por vezes  não conseguimos compreender como algo chega aquele ponto.
Aqui em nossa cidade, pelo que eu estou sabendo temos  hoardersde  gatos e de cães. Peço a todos  
que fiquem atentos e  ajudem  esses  animais e  também essa  pessoa  que tem bom coração, e  boa intenção, mas definitivamente, precisa  de tratamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário